Aprendendo a gozar pelo rabo

Desde adolescente sempre tive uma bundinha redonda e arrebitada, que por sinal era cobiçada por todos e todas. Hoje tenho 35 anos e gostaria de compartilhar com todos uma experiência incrível que tive há alguns meses atrás. Tenho uma amiga que trabalha comigo e vou chama-la de Ana. Ela elogiava muito minha bunda e não perdia a oportunidade de tirar uma casquinha de vez em quando, dando uns tapinhas ou beliscando minha bunda roliça me dizendo:
- Qualquer dia vou fazer de você meu escravo me servir dessa sua bunda gostosa! e saia rindo!
Eu tb ria e nunca levava a sério o que ela dizia. Um belo dia resolvi estávamos numa confraternização da empresa e papo vem, papo vai e eu já estava de pileque rindo à toa. Ana sentou-se ao meu lado e me pediu carona para casa e eu concordei. No final da festa ela me disse que não estava em condições de dirigir, ao chegar em seu endereço ela me pediu para subir até seu apartamento.
– Você não pode ir assim até sua casa, é perigoso você dirigir desse jeito, é melhor vc pousar no meu apartamento e de manhã qdo estiver se sentindo melhor vc volta! Ela morava só e paraticamente me implorou para ficar aquela noite e fazer companhia, isistiu e com autoridade me proibiu de partir.

Percebendo algo de malicioso no ar dei uma de desentendido e atendi a seu pedido. Chegamos em sua casa e logo me esparramei no sofá. Ela ofereceu para que eu tomasse um banho e eu lhe agradeci. Recebi uma toalha e um shorts que pertencia ao seu ex-marido. Tomei um banho gelado pois estava muito calor e voltei a sala apenas vestido com o shorts me esparramando novamente no sofá. Ela então me disse:
- Vou tomar um banho tb, espere um pouco que eu já volto.
Ela foi tomar um banho e acabou demorando um pouco, eu acabei pegando no sono...
Splash!! Ela jogou água na minha cara me acordando. Levei o maior susto.
– Acorda seu inútil! Está na hora de servir a sua Rainha!!
Fiquei meio atordoado e quando tentei me mover percebi que estava com as mãos e pés amarrados. Estava imobilizado. Abri meus olhos e vi Ana de pé em minha frente vestindo uma calça de couro preta, um sutien também de couro e botas. Ela estava diferente, autoritária e agressiva.
– Lamba minhas botas! Limpe elas com sua lingua.
Para me fazer acreditar no que estava dizendo ela desferiu vários golpes em mim com seu chicote, me fazendo gritar. Imediatamente cumpri suas ordens e passei a lamber suas botas.
– Ponha mais essa lingua pra fora, vamos! Quero vontade nisso! E novamente voltou a me surrar com seu chicote que deixava vergões em minha pele.
– Agora sim escravo, esta fazendo do jeito que eu gosto! Chupa meu salto, chupa! Iiisso!
Não estava entendendo nada mas comecei a gostar daquilo. Meu pinto começou a dar sinal de excitação e ela percebeu.
– Pode abaixar já esse seu caralhinho que hoje ele não servirá para nada ou pouco vai usá-lo.
Sem perder tempo, ela desamarrou momentaneamente meus pés e me vestiu um cinto de castidade, que possuia na frente um orificil pequeno e rodeado de pontas por onde introduziu meu pênis já flácido. Percebi que meu pau só caberia mole naquele buraco pois se ficasse duro as extremidades pontiagudas iriam machucá-lo.
– Tá vendo escravo, nem se atreva em ficar de pau duro senão vai arranhá-lo todo nesse buraco estreito. Disse Ana terminando de amarrar o cinto em mim e prendendo meus pés novamente. Pegou uma bola de borracha presa a uma corda e colocou em minha boca, impedindo que eu falasse ou mesmo gritasse.
– Agora vou matar a minha vontade....Tara que eu acalento a muito tempo...e vc pode negar o quanto quizer mas eu sei que vc tb queria isso...vc é uma putinha muito vagabuda e safada..

Ana debruçou-me sobre o sofa fazendo com que eu empinasse bem minha bunda que ela tanto desejava. Pegou seu chicote novamente e começou a surrar a minha bunda. Nem sei quantas chicotadas levei apenas sentia minha bunda em brasas. Ela dizia frases dominadoras tais como hoje vc vai sofrer, vou judiar de vc até vc virar uma menina obdiente e ia falando barbaridades enquanto trabalhava incansavelmente com seu chicote.
– Nossa que bunda gostosa vc tem escravo, assim vermelha fica mais gostosa ainda....hoje vou abusar bastante de vc. Vc será meu escravo e minha puta, vou foder seu cuzinho virgem até vc não aguentar mais e quando chegar nesse ponto vou fode-lo mais ainda pra vc nunca mais esquecer que quem manda no seu corpo de agora em diante sou eu, sua Rainha Ana. Primeiro vou brincar com seu cuzinho um pouco.
Ela virou-me de barriga pra cima, deitando-me no sofá. Tirou de uma bolsa cheia de apetrechos pulseiras e tornoseleiras de couro, colocando-os em meus pulsos e tornoselos. Prendeu com ganchos meus pulsos aos meus tornozelos fazendo-me ficar numa posição esquisita parecendo um frango assado, deixando meu ânus totalmente vulnerável as suas vontades.
– Nossa, que cú cheio de pêlos! Vamos dar um jeito nisso já.
Foi ao banheiro e voltou com um aparelho de depilação e abriu mais ainda minha bunda com suas mãos e depilou todo o meu ânus. Ao sentir suas mãos tocarem meu cuzinho inexplorado senti uma tesão inédito e meu pau começou a ficar duro, mas não por muito tempo. Quando ele começou a inhcar as saliências pontiagudas do cinto de castidade me proporcionaram uma dor tamanha que imediatamente minha ereção cessou e meu pinto amoleceu instantaneamente. Então decidi relaxar e curtir apenas os carinhos que recebia no cú. Ana apos deixar meu cuzinho totalmente liso, não resistiu e começou a chupá-lo. Foi uma sensação unica e eu cheguei a ver estrelinhas....Ela abria minha bunda com suas mãos e parecia penetrar meu cu com sua lingua quente. Confesso a vcs que aquilo era o paraíso.
– Ai, minha putinha, fazia tempo que eu tinha vontade de enfiar minha lingua nesse seu rabo gostoso! Tansformar vc em uma escraviha te fazer mulher...sentir seu gemido de puta safada...
Ana lambia, chupava e empurrava sua lingua o mais que podia para dentro de meu rabinho e eu apenas emitia ruidos, gemidos fechando meus olhos...e me entregando como se eu fosse uma piranha safada...jamais poderia imaginar que eu iria gostar de uma coisa dessas....
– Está gostando né, sabia que vc era um viadinho safado mesmo! Vc nunca me enganou sua safadinha, eu sei que vc morria de vontade de dar esse cuzinho, do jeito que arrebitava essa bunda achei mesmo que vc ia curti uma lingua no cú...mas isso é só o começou meu viadinho...é só o começo...eu quero mesmo é buscar o seu limite do prazer, vc jamais esquecerá essa noite e vai virar uma puta safada para sempre....
Ana tirou um frasco com oleo da bolsa e passou por todo o meu cú, em seguida delicadamente introduziu um dedo no meu cú. Quando senti aquele dedo rijo entrar em meu rabo, um arrepio tomou conta de mim e eu não pude controlar os meus sentimentos e soltei um gemido... Ana começou então com movimentos de entra e sai. assim minha donzela...tá gostando vai menina se solta...e eu começei a rebolar lentamente e intuitivamente eu nem sabia que rebolava assim... era uma sensação tão gostosa que até me esqueci de meu pau que continuava mole preso ao cinto.
– Gosta de um dedo no cuzinho? Sei que gosta...vou lhe arrombar todinho hoje minha puta safada! Não tem pressa vou ficar te castigando muito tempo vc vai chorar como um bezerrinho desmamado....não vou deixar uma unica prega nesse seu cuzinho delicioso...toma sua putinha...e botava e tirava o dedo...rebola sua depravada sua cadela inutil....
Passando mais oleo em sua mão, Ana introduziu outro dedo em meu cú...e eu gemia pela delicia que ia se torando essa tortura a medida que eu ia me acostumando Ana introduzia mais dedos...tá bom minha linda...tá gostando fofinha.. até que quando nos demos conta ela já me fodia o rabo com 4 dedos. nossa que maravilha seu cú tá parecendo uma bocetinha... Aquilo era muito gostoso. Ela cutucava algo dentro de mim que me levava às nuvens...Após uma meia hora me fodendo desse jeito Ana me disse:
– Chega de dedos, agora vou te foder com meu pau.
Ela pegou na mesinha de cabeceira da sua cama uma calcinha com um consolo grande e grosso acoplado e vestiu-a na minha frente. Eu olhei para o tamanha daquele consolo e confesso que senti muito de medo. Ela veio até mim e desamarrou a bola de minha boca mandando-me chupar seu consolo:
- Chupa meu pau seu escravo! Chupa ele bem gostoso! Lambe a "cabecinha" com sua lingua...isso puta safada assim..vai...menina safada...sem contestar, atendia todas as suas ordens, deixando-a muito excitada. Ela acariciava seus seios enquando me madava chupar seu consolo com vontade e fodendo a minha boca com uma volupia que me assustava...mas eu estava realizando um sonho...uma tara secreta....
– Agora está na hora de lhe dar o que merece sua puta!
Ela tirou o consolo todo melado de minha boca e apontou-o na entrada de meu cú. Senti um calafrio imaginando a dor que poderia sentir com aquela rola enorme invadindo minhas entranhas. Ana dei uma meladinha com gel na cabeça do consolo e passou mais um pouco de oleo no meu rabinho que piscava sem parar, em seguida ela lentamente foi empurrando aquela pica de borracha para dentro do meu cú.
– Sente meu pau romper as suas pregas minha viadinha safada, pois hoje quero ver vc gozar pelo rabo...Tá sentindo dilatar suas entranhas minha safada...vc já tinha sentido algo tão espetacular e delicioso assim...confensa sua cadelinha de merda...eu sentia calafrios, dor, prazer e fui soltando a mulherzinha que eu sabia que tinha dentro de mim....aí perdir toda a compustura e soltei a franga..comecei a gemer e chorar...não segurava mais as contrações de gozo e prazer

– Olha minha putinha, já entrou metade do meu pau na sua bunda! Tá gostando? Eu apenas gemi e falei..sou todinha sua faz o que tem de ser feito para me fazer uma mulher realizada e feliz...Aiiii... tô adorando minha Rainha, por favor enfia tudo seu caralho no meu cu! Mete gostoso sua vara na minha bunda!
E a Ana imediatamente atendeu meu pedido cravando de uma só vez todo seu pau de borracha na minha bunda...toma safada e assim que vc quer sua vagabunda....eu soltei um grito de dor e ao mesmo tempo de prazer. Ana ficou um tempo com o consolo parado dentro de mim a em seguida começou a bambá-lo toma putinha..tá se deliciando...toma mais... em movimentos de entra e sai.isso safadinha...rebole e sinta como é bom dá a bundinha... Aquilo me fez ir as nuvens...sentia uma ardência mas, o prazer era bem maior....eu ria, chorava, gemia, rebolava...nossa, falava ela vc é uma depravada..tá engulindo a minha pica todinha...eu sentia seus pelinhos roçar a minha bunda...– Está gostando minha fêmea? Sente meu pau cutucar seu cu sente! Relaxa esse cu para ele deslizar melhor!!
E assim foi feito, Ana começou um vai e vem ritmado e sua respiração começou a ficar ofegante. Eu olhei para baixo e tive uma visão incrível: apesar de estar muito excitado meu pau continuava mole e balançava de um lado para o outro por causa das fortes estocadas que eu recebia de minha Rainha.
– Está vendo minha putinha? É assim que vc vai gozar hoje, apenas levando pau no cú, pois é desse modo que um escravo viadinho goza para sua Senhora.Vc tá se saindo muito bem minha doce menina...vc vai virar minha namoradinha para sempre...eu sei que amor de pica onde bate fica...toma no cú sua safada...vou te esfolar todinha...toma mais...catucava com força...eu tenho um amiguinho que eu vou usá-lo para encher esse seu cú de porra...te engavidar e ria...e não parava de me foder...eu seu que vc tá adorando dar essa sua bunda safada...
Ana acelerou ainda mais seus movimentos e em certo momento eu senti que ia explodir de tanto prazer...meu corpo se contraiu todo, meus olhos viravam e tive o maior orgasmo de toda a minha vida. Eu gemia e gritava ao mesmo tempo, olhei pro meu pau que ainda mole ejaculava uma pequena quantidade de esperma ralo. Meu cuzinho arrombado não parava de morder o consolo de Ana.
– Iiiisso meu viadinho safado....goza pra sua Rainha, grita sua puta, me chama de sua Rainha que eu vou gozar tambem...
– AAAiii putinha vou gozar, aiii estou gozaaandooo, ahhh....
Ana estocava tão fortemente sua pica de borracha em mim que quase cai para trás. Mesmo amarrado ela me abraçou mantendo seu consolo dentro de mim. Ela me desamarrou e ainda me fez chupar novamente seu consolo. Ana colheu a pequena quantidade de porra que caira em minha barricha e passou na minha boca me obrigando a provar de meu próprio gosto. Em seguida fomos tomar banho e eu fui obrigado a me ajoelhar no box. Ana posicionou-se na minha frente e despejou uma "cascata"de urina sobre todo o meu corpo. Assim que ela terminou de mijar, pegou meu rosto e meteu no meio de suas pernas fazendo-me chupar sua buceta. Ela gozou novamente e seu suco melou todo o meu rosto. Servi de tapete para ela que tomava um delicioso banho despejando todo o seu suor juntamente com agua e espuma do sabonete sobre meu corpo. Depois de finalizado o banho tive que secá-la e aí sim tive permissão para me lavar, assim mesmo sob sua total supervisão. Durante o banho ela me obrigava a arrebitar minha bunda e enfiar meus proprios dedos em meu cú que a essa hora estavam latejando. Voltamos para a sala e após algumas horas de uma deliciosa conversa e troca de muitos beijos e carinhos eu não resisti e lhe implorei que fodesse meu cu novamente. Ana então me montou com como um putinha mesmo...me colocou uma meia calça, uma calcinha minuscula, sutiem, depois uma minissaia, uma bluzinha, peruca, me pintou de baton, sombra nos olhos, quando me vi no espelho, adorei estav uma mulher perfeita..Ficou pensativa e botou uma musica começamos a dançar...eu fui ficando excitado...Ela então parou me deiotou no sofá...e começou a me masturbar com uma mão o meu pau e com a outra enfiava o seu consolo no meu cú...Assim safada agora eu quero que vc goze bastante...toma putinha gulosa...vai goze para sua Ana...Quando eu estava para gozar ela pegou um copo e colheu todo o meu sêmem..logo em seguida apanhou uma seringa sem agulha é claro, encheu a seringa com minha porra, mandou eu ficar de buços e enfiou a seringa em meu cú e injetou todo o conteudo dentro de mim...toma porra no cú seu viadinho delicioso...fique quieto...Logo ela mandou eu ficar de quatro e empurrou aquel pica novamente no meu rabo...toma safada...toma o que vc tá querendo...rebola...e ficou me fodendo uns vinte minutos...eu estava todo dolorido...Ela realmente me abriu todinho...fui praticamnte violentado como jamais poderia imaginar. Naquela noite Ana me fodeu de varias posições me fazendo sentir cada vez mais sua puta. Hoje estou só. Gostaria muito de encontrar uma mulher que quisesse me foder com seu consolo e abusar de mim da maneira que desejar.

Ricardo

ricardopachecooliveira@yahoo.com.br

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

anal

minha mulher não curte anal e eu sou loco por anal ,ah se minha mulher fosse como vc comeria seu cu todos os dias!

anal

minha mulher não curte anal e eu sou loco por anal ,ah se minha mulher fosse como vc comeria seu cu todos os dias!

Sexo anal

sexo anal depende da pessoa, eu quando dei a primeira vez comecei com os dedos e depois ele colocou o penis em mim e foi uma delicia, quase não doeu, serio..
ameeeeeeei!
aconselho!
USEM CAMISINHA PORQUE PELO ÂNUS É MUITO MAIS FÁCIL DE SE CONTRAIR DOENÇAS POR SER UM LOCAL TOTALMENTE CHEIO DE BACTÉRIA!

anal

adoro comer um cuzinho vamos marcar me pau não é pequeno não

Dar a bunda

Sempre kis dar pra uma mulher ser amarado ki ela infiaçe sua mao em meu rabo dedo por dedo e infiaçe depois um conçolo enorme suraçe minha bunda até ela ficar bem vermelhinha me maltratasse bastante cuspeçe em meu cuzinho lanbeçe ele num parece de brincar com meu rabinho e de preferençia amarado na posição frango assado que é ki sempre kis dar não sou gay mas tenho recaídas as vezes sou virgem mais sempre kis dar meu cu

Arrumar mulheres para fuder

Ta afim de dar?Eu moro em Palmas do Tocantins,tenho 22 anos.Me liga:8453-9048.Faço de tudo.

DP penetração

Tinha somente 12 anos quando começei a fazer anal e nunca mais parei porque vicia de verdade sabem? Hoje tenho 27 sou casada e há uns quatro descobri algo tmb viciante mas que o marido, graças a Deus aceitou:Dupla penetração! Ficava sempre a imaginar a loucura q seria fazer amor com dois hmns ao mesmo tempo, mas temia q o marido ñ aceitasse até que disfarçadamente comecei a incutir a idéia na cabeça dele q finalmente experimentou e tmb gostou de cara. Hoje fazemos umas duas vezes na semana e tenho orgasmos muito, mas muito mais fortes de q quando fazia somente sexo anal. Já começo mesma a gozar no inicio das penetrações e somente paro quando eles explodem de prazer dentro de mim me inundando com aquele leitinho quente e delicioso, quando fico quase sem condições para levantar da cama com as pernas trêmulas e coberta de suor além de uma sensação intensa de fraqueza mas sentindo um conforto interno muito grande........Algumas colegas tmb casadas fazem e adoram até porque gozam intensamente mais fortes e com mais frequencia!

Anal Total e muito profundo

Gosto mesma de anal desde menina e gozo demais sabem? Quando ainda menina colocava tubos de shampoos e cenouras dentro do cu massageava meu clitoris e gozava feito maluca totalmente escondida no banheiro ou no meu quarto, até q ñ aguentei o tesão e acabei dando para um gatão filho do vizinho que tinha um pau enorme e quase me arromba o cuzinho todo, mas gostei mesma ficando toda cortada e ardida, porque dias depois dei de novo pra ele e aí sim gozei demais com o pauzão todo enfiado no cu. de lá prá cá ñ parei mais e hoje com 23 anos faços quase todos os dias com o marido em casa ou então..........kkkkkkkk

Sexo Anal total e profundo

Faço anal desde muito nova mas nunca tinha visto um hm com um pau tão grande e enormemente grosso como aquele q conheci num fim de semana em casa de uma amiga na praia. Quase ñ consigo por aquele mastro enorme, descomunal inteirinho dentro do cu e mesma ja fazendo ha bastante tempo fiquei ardida sim e com o cu avermelhado de tão grosso que ele tem! Mesma assim gozei de quase ficar maluca e quero é mais já q o marido tem muto pequeno e faz pouquissimas vezes comigo. Adoro anal gozo muito em varias posições e gosto quando me sinto inteiramente penetrada deixando somente as bolinhas de fora, rebolando como uma maluca e "piscando" o cu gozando cada vez mais e mais. Estou de pleno acordo com as meninas do site: Anal é bom demais rsrsrsrsr. Até mesma se a gente faz sem o marido saber rsrsrsrsrsr.

orgasmos anais

Porque "anonymous"? Vergonha ou medo de por o proprio nome? Como aceitar e levar em conta opiniões de gente assim? Essa galera seguidoras das igrejas unirvesais da vida, acha q sabe tudo, sempre explica tudo, sempre esta com a razão e as esposas nunca trairam rsrsrsrsr. Pois euzinha posto sim o meu nome falo de minhas experiencias e ñ tenho medo do que dizem ou acham a respeito principalmente em se tratando de gente da mente tapada, reduzida a pouquisimos neuronios ainda em funcionamento (precario) e q seguem as orientações de "pa$rores" de reputação duvidosa! Faço sexo anal sim, inclusive fora de casa, tenho amigas q tmb fazem, nosos maridos evidentemente não sabem vamos continuar fazendo, e daí? 0 q essas pobres infelizes e insignificantes criaturas teem a ver com isso? Melhor seria vcs sairem da obscuridade que lhes é inerente e cuidar das suas miseráveis e inuteis vidas entendem? Palavras de Clair. De Clair Roswell.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
4 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4