Tirando a virgindade do meu cunhado

Ola, meu nome é Wellington, tenho 24 anos, sou Bissexual... Aos 19 anos fui currado por uns caras (como ja contei em outro conto), e foi minha primeira e unica experiencia gay ate este ponto, aos 21 me juntei a uma mulherona riquinha de 36 anos, que ja tinha um filho de 15 anos, lindo, loiro, troncudo pois praticava basquete, alto pra idade... Quase sempre quando chegava da faculade de manhã, ficava sozinho em casa, pois Carla(minha mulher) estava trabalhando e Eduardo(meu enteado) tava estudando, la ia eu pegando uma cenoura na geladeira, melava de creme ia pro meu quarto e fudia meu cu, lembrando dos negões que me estrupavam, e batia minha punheta diaria, num dia tava com a cenoura enfiada e gozando ja, quando ouvi um barulho na porta, fiquei com medo pensando em ser a empregada, quando olhei era Eduardo que havia chegado cedo e tava me olhando, ele saiu correndo e se trancou no quarto...

Eu fiquei com medo dele contar pra mãe que eu era um viado, passou dois dias e ele não contou nada, mas nem eu nem ele conseguia um olhar para cara do outro, chegou o terceiro dia, vi que tava sozinho (era folga da empregada) tirei toda roupa e fui pelado a cozinha procurar um consolo, cheguei la, Eduardo estava sentado tomando Nescau, ele olhou pra mim todo assustado, disfarcei e mesmo pelado fui e peguei um pouco de leite, eu sentia o olho dele me acompanhar, bebi o leite, e com cara de safado passei a mão em minha bunda (que loucura), fui pro meu quarto fechei a janela, deixei tudo escuro e fui tentar tirar uma soneca, quando vi a porta abrir, era Edu dizendo que queria falar comigo, pedi para ele sentar do meu lado da cama, ele sentou com seu short folgado a meu lado e sem camisa, peguei o controle remoto e liguei o ar condicionado, ele me olhou e eu falei "não tenha medo", "fale", ele falou, "posso ficar aqui deitado com vc, e que briguei com minha turma, e meu pai ta viajando, não tenho ninguem para conversar", eu falei "deite e fale", ele "não só quero ficar do seu lado", achei normal, pois Edu é meio fechado e carente, pois sua mãe vive trabalhando e tem pouco contato com o pai.

Deitei de costas com ele ja imaginando coisas e não queria que ele visse meu pau duro, e consegui adormecer, derepente acordo com um bafo quente em meu ouvido e um pau roçando na minha bunda, ele timidamente falou, "posso", eu abri um lado da minha bunda com a mão e isto ja lhe serviu de resposta, ele começou enfiar a cabeça tava dificil, pois eu so enfiava cenouras finas e com creme, ele tava tão ecitado que ja gozou melando minha bunda, ele falou "desculpa, é minha primeira vez", eu delirei, vou ser o primeiro de um futuro garanhã, pois ele é lindo como a mãe; Eu falei, tenta denovo, pois com tudo melado fica mais facil, ele enfiou de novo e senti algo quente invadir meu cu, que so havia sentido por tantos anos cenouras, meu pau ficou tão duro que doeu, ele tentou enfiar mais, nem imagina como era o pau dele, pois como ele é timido nem de cueca e sunga ficava, e eu delirava e batia minha punheta, e ele enfiou e ficou com tudo engatado em mim, como era bom, porque reprimi este meu lado tanto tempo, eu falei mexe gostoso minha criança, ele meio emburrado falou "eu nào sou mais criança" e começou a mexer, eu sentia as carnes de minha bunda colando e descolando, era muito calor, mesmo com o arcondicionado, a excitação era tanta que a gente suava e se colava todo, ele começou a mexer rapido e começou a tremer, eu tirei seu pau e fiquei de frente levantei minhas pernas, eu falei, come seu padastro assim para voce treinar quando pegar as minas.

Ele veio por cima, ja tinha visto varias fitas pornos, colocou minhas pernas em suas costas, e com a pouco luz que havia no quarto via ele meter em mim, e via a musculatura ainda se formando, ele de olhos fechados, tremia a boca, eu tava la sendo fudido por um cara lindo que eu em meu interior o desejava, mais não tinha coragem, só faria se ele quisesse... ele se deitou sobre mim, sua pica fugiu do meu cu e coloquei-a de volta e virei seus rosto e beijei sua boca, ele fugiu, eu entendo, é estranho na primeira vez, ele começou a meter com força nossas pele se colando, e começou a tremer e senti a sensação deliciosa do gozo me invadindo, aquele liquido na minha bundinha... ele saiu todo melado, e deitou exausto... e virou de costas pegou o shortinho, acho que tava com vergonha, lhe agarrei pela cintura, e falei "Não tenha vergonha, este vai ser nosso segredo, sempre que vc quiser eu to aqui, nunca vou forçar a barra, tu não curtiu?" ele falou que curtiu e relaxou deitando, deitei abraçado nele e meu pau ainda sem gozar apontava seu cu, ele falou "eu não vou dar...doi", eu falei deixa comigo, passei a mão no seu pau, melei de goza enfiando o dedo no cuzinho, e o braçei com força e meti a cabeça, ele quase chorou "não, Wellington, não", eu falei tabom eu fico so na cabecinha, ele relaxou e eu fazia movimentos no meu pau e forçava a cabeça no seu cu, ate que ia gozar e enfiei a metade do pau, ele gritou e gozei no seu cu, ele pulou da cama com a cara enfezada, pulou em cima demim, me virou de costas e enfiou seu pau todo em mim, e disse "é a ultima vez, eu vou so te comer, meu cu NÃO", e meteu meteu, meu cu não aguentava mais, coloquei minha mão pra traz ele a prendeu na cama, e enfiava, enfiava, e senti o a goza em meu cu e ele deitou em cima de mim, aos poucos senti seu pau murchando e saindo do meu cu, depois disto ficamos uma semana quase sem se falar, era meio estranho, olhava e pensava, "o cara que comeu o meu cu".

Depois de duas semanas, Carla foi viajar, Edu chegou bebado de uma festa e dormiu comigo em minha cama, acordei a noite sendo fudido, o garotinho fudia as meninas, mas não tinha cu com elas, elas negavam, então eu era a bonequinha inflavel dele, ficamos uma semana assim, eu sempre acordava semdo fudido. Hoje ele ja ta quase um homem, mas me olha ainda com um jeito safado, no ultimo feriado quando ele voltou de viagem com a namorada, aproveitou que eu tava em casa e me comeu em plena pia da cozinha... Nunca minha mulher desconfiou, mas eu sonho em comer minha mulher e ao mesmo tempo ser fodido por Eduardo....

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

daora

cara adoreiiiiiiii

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 3 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4