Fiz do meu marido um corno dentro do ônibus

Olá ! Tudo bém ? Meu nome é Shirley, tenho 30 anos, casada, liberal. Eu e meu marido gostamos muito de sexo e de fantasias, já realizamos várias, ele me deixa fazer o que quero, adora ver ou saber que fiquei com outro, eu aproveito para conhecer pessoas novas e realizar as nossas fantasias e é por isso que estou aqui, para contar pra vocês mais uma delas, ele foi quem me ajudou a escrever esse conto. Tudo aconteceu quando viajei de ônibus, sozinha,para encontar com meu marido, o Jony, era uma viajem de 500 km, do interior para o litoral, ou seja, 8 horas de viajem, cheguei na rodoviária dez minutos antes e enbarquei ás 22:00 horas, tinha pouca gente no ônibus e as pessoas que tinham estavam sentadas bém na frente, pelo bilhete de passagem pude ver que a minha cadeira ficava no final do ônibus, lá atrás, fui até lá e me sentei, em seguida entrou um rapaz, bonito e se sentou do meu lado, só estavámos nós dois lá atrás, o ônibus partiu e nós começamos a conversar, nos apresentamos, o nome dele era paulo, 22 anos, estudante de enfermagem, a viagem seguia normalmente, eu estava vestida de saía longa e blusa, ele me perguntou se eu tinha namorado, eu disse a ele que era casada e isso fez com que ele recuasse um pouco, ele era um gato, muito bonito, eu comecei a ficar exitada, minha buceta começou a ficar molhada mais eu disfarsava, tentei dormir um pouco, fechei os olhos mais não tirava aquele rapaz do pensamento, comecei a ter vontade de dar minha buceta pra ele mais não sabia como, nós estavámos dentro de um ônibus em movimento, a minha vontade e os meus desejos foram aumentando, eu não sabia o que fazer, estava muito exitada, o ônibus estava vago, escuro, lá atráz só estavámos eu e ele, um sentado ao lado do outro, eu não aguentava mais, tinha que fazer alguma coisa, a vontade de ter um pau duro dentro de mim era grande e foi então que tive uma idéia, o ar condicionado do ônibus parecia estar no máximo, estava muito frio, retirei um lençol da minha bolsa e me cobri, fiz de conta que estava dormindo, em seguida comecei a me tocar por baixo do lençol, com uma das mãos eu tocava meus seios e com a outra tocava minha buceta, comecei a suspirar baixinho, abri um pouco o cantinho do olho e vi que Paulo apertava seu pau duro por cima da calça, ele também estava exitado, ficamos nessa por alguns minutos até que ele se aproximou um pouco do meu rosto e perguntou baixinho no meu ouvido se eu queria ajuda, eu abri os olhos e respondi que sim e começamos a nos beijar, em seguida ele levantou minha blusa, começou a chupar meus seios e a acariciar minha buceta, enquanto isso, eu abri sua calça, coloquei seu pau pra fora e comecei a punhetar, ficamos nessa por alguns minutos até que ele me puxou de lado, abriu minhas pernas, levantou minha saía, afastou a minha calcinha pro lado e começou a chupar minha buceta, eu cobri agente com o lençol e fiquei curtindo aquela língua, ele chupava muito gostoso, enfiava a língua no fundo da minha buceta e ao mesmo tempo masageava um dedo em meu cuzinho, eu peguei seu rosto e precionei contra minha buceta, comecei a movimentar minha buceta na cara dele e em poucos minutos gozei no seu rosto, eu gosto de gozar a primeira vez assim, depois disso, ele se sentou na cadeira, eu me enclinei um pouco colocando meu rosto próximo a sua cintura, abri sua calça, retirei seu pau pra fora e comecei a chupar, tentava engolir tudo que podia, lambia, passava a língua em volta da cabeça e chupava com força, ele esticava o pescoso pra ver se vinha alguém e ao mesmo tempo adorava a minha chupeta, ele me pegava pelos cabelos e metia seu pau todinho dentro da minha boca, como se estivesse metendo em uma buceta, ficamos nessa por vários minutos até que ele anunciou que o ônibus havia entrado em uma cidade e que posteriormente haveria uma parada na rodoviária, chupei seu pau mais um pouco até que ônibus parou, em seguida ele colocou seu pau de volta dentro da calça, eu me sentei de volta no meu lugar e ajeitei as minhas roupas, as luzes se acenderam e o motorista do ônibus anunciou que seria uma parada de 45 minutos, que todos deveriam descer e que o ônibus se dirigiria para a garagem da empressa somente com o motorista para limpeza e abastecimento de combustivel, pois bém, descemos e fomos fazer um lanche, ele se sentou do meu lado e lanchamos juntos, era uma cidade pequena e deserta, depois disso, nos afastamos um poucos dos outros passageiros e começamos a conversar, comentamos sobre o que fizemos dentro do ônibus e o nosso tezão se ascendeu novamente, olhamos para os lados e fomos caminhando para o final do terminal rodoviário, avistamos um jardim com plantas largas e altas, fomos até lá, olhamos para tráz e ninguém nos viu, estava escuro e deserto, era madrugada, Paulo pegou na minha mão e me puxou para o jardim, estava escuro, ficamos em pé, escorados em uma parede, entre as plantas, nos agarramos e começamos a nos beijar, ele abriu sua calça, tirou o pau pra fora, levantou minha saía, colocou seu pau entre minhas pernas e ficamos no maior amasso, eu sentia o pau dele tocando na minha buceta por cima da calcinha, o tezão foi aumentando e eu pedi a ele que me penetrasse ali mesmo, ele abriu sua carteira e retirou uma camisinha, vestiu no seu pau que estava duro feito pedra, eu virei de costas pra ele e me escorei na parede, levantei um pouco a saía e empinei a bundinha, ele se pocisionou por tráz de mim, afastou minha calcinha de lado, colocou seu pau na entrada da minha buceta e foi enfiando, quando percebi ele já metia tudo dentro de mim, a rola dele era uma delícia, ele metia na minha buceta com vontade, me segurava pelos seios e beijava minha boca ao mesmo tempo, estava muito gostoso mais nós não tinhámos muito tempo e a qualquer momento podería chegar alguém, então, eu me virei de frente pra ele, peguei seu pau, coloquei na minha buceta e mandei ele meter com força, ele metia tudo dentro de mim, levantei um pouco a blusa e pedi pra ele chupar meus seios enquanto metia na minha buceta, isso me dar um tezão enorme, estava muito gostoso, em seguida, começamos a nos beijar e tranzar ao mesmo tempo e em alguns minutos gozamos os dois juntos, depois disso, ajeitamos nossas roupas rapidamente e voltamos para próximo dos outros, o ônibus chegou, embarcamos novamente e seguimos viagém, resolvemos dormir um pouco, acho que dormi por mais de uma hora e acordei com Paulo tocando meus seios, estava próximo do dia amanhecer e ele queria minha buceta novamente, levantei a blusa e abri um pouco as pernas, ele se deitou no meu colo, peguei o lençol e cobri nós dois, ele ficou chupando meus seios e colocando dois dedos na minha buceta, o tezão foi aumentando novamente e a vontade de ter um pau duro dentro da minha buceta também, em seguida, ele abriu sua calça e colocou seu pau pra fora, pedi a ele outra camisinha e fui chupando e vestindo o pau dele ao mesmo tempo, depois sentei de lado na cadeira, ele sentou atráz de mim e meteu seu pau na minha buceta, ele metia muito gostoso, o pau dele era uma delícia, ele metia em mim e falava baixinho no meu ouvido;.... Que buceta apertada e gostosa você tem Shirley, quero te comer sempre, e eu respondia;.....

Que pau gostoso você tem Paulo, mete tudo dentro da minha buceta, depois disso, resolvemos mudar de pocisão, Paulo se deitou nas duas cadeiras e eu fui pra cima dele, coloquei seu pau na minha buceta e comecei a cavalgar subindo e descendo na sua rola, ele me segurava pela bunda e metia tudo, ao mesmo tempo enfiava um dedo dentro do meu cuzinho, estava um delícia mais o ambiente não ajudava muito, não dava para fazer muitas pocisões e não poderíamos demorar muito, a qualquer momento alguém podería ver agente, então resolvemos mudar outra vez, eu me deitei nas duas cadeiras com as pernas bém abertas, ele veio por cima de mim e meteu seu pau na minha buceta, nessa pocisão entrava tudo, ficava só as bolas do lado de fora batendo no meu cuzinho, eu levantei a blusa e ele começou a chupar meus seios, metia na minha buceta e chupava meus seios ao mesmo tempo, estava muito gostoso mais nós não tinhámos muito tempo, o dia estava quase amanhecendo, em poucos minutos, ele acelerou as estocadas e gozamos os dois juntos, depois disso, nos ajeitamos rápido e logo logo chegamos no destino final, desembarcamos e ele veio se despedir de mim, disse que havia gostado muito de mim e perguntou pra onde eu iría, eu respondi que iría ligar para o meu marido vir me pegar na rodoviária, ele falou que era uma pena pois queria ficar mais tempo comigo, eu anotei o número do seu celular e disse a ele que depois eu ligaría e talvez agente ficasse juntos outra vez, depois disso ele foi embora, eu liguei pro Jony, meu marido e ele veio me pegar na rodoviária, fomos direto para o apartamento onde ele estava hospedado, quando chegamos lá eu fui tomar banho e vestir uma roupa, em seguida fui conversar com meu marido, contei tudo pra ele o que havia acontecido comigo e o paulo dentro do ônibus, ele gostou, ficou exitado na hora e corno manso do jeito que é, foi logo me perguntando se eu queria tranzar com o Paulo na sua frente, pra ele ver, eu gostei da idéia e disse a ele que no dia seguinte ligaría pro Paulo para conversar sobre o assunto mais não tinha certeza se ele toparía, pois bém, no dia seguinte liguei pro Paulo e fui direto ao assunto, disse a ele que eu havia gostado muito de tranzar com ele, que meu marido era corno assumido e adorava ver eu dando a buceta pra outro homem bém na sua frente, ouvindo isso, Paulo ficou meio sem jeito, sem acreditar no que estava ouvindo mais aceitou vir até o nosso apartamento, dei o endereço pra ele e pouco depois dás 14:00 hs ele chegou, nos comprimentamos, apresentei ele ao Jony e fomos pra sala ver tv e conversar, o papo foi evoluindo até que chegamos a falar de sexo e putaria, o Paulo olhou pro Jony, meu marido e perguntou se era verdade o que eu havia dito sobre ele, Jony respondeu que sim, que gostava muito de ver eu tranzando com outro, depois disso, eu me levantei e fui sentar ao lado do Paulo, peguei sua mão e coloquei em cima dos meus seios e comecei a acariciar seu pau por cima do short, ele se levantou e ficou em pé na minha frente, eu retirei seu short e sua cueca e comecei a chupar seu pau, jony, meu marido, colocou seu pau pra fora e começou a bater uma punheta assistindo eu engolir a rola do paulo, Jony se aproximou de mim e retirou toda a minha roupa me deixando completamente nua, em seguida ele se ajoelhou no chão, abriu minhas pernas e começou a chupar minha buceta enquanto eu chupava o pau do paulo, depois disso, jony foi subindo e começou a chupar meus seios e de vez enquanto beijava meu rosto, eu ainda continuava a chupar a rola do Paulo, em seguida peguei a mão do Jony e coloquei no pau do Paulo e mandei ele punhetar, enquanto isso eu fiquei chupando a cabeça do pau, abria a boca ao máximo e tentava engolir tudo que podia, fiquei chupando aquele pau por uns dez minutos, em seguida peguei o Jony, meu marido, pelo rosto e dei um demorado beijo de língua em sua boca fazendo com que ele sentisse o gosto da pica do Paulo em minha boca, em seguida, Paulo colocou uma camisinha no seu pau e se sentou no sofá, eu fui pra cima dele, sentei no seu colo, de costas pra ele, encaixei seu pau na minha buceta e comecei a cavalgar, subindo e descendo em cima daquela rola, enquanto isso, Jony batia uma punheta chupando meus seios, depois disso, Paulo me pediu para ficar de quatro em cima do sofá, jony aproveitou esse momento e chupou minha buceta e meu cuzinho deixando bém lubrificado para o Paulo meter, em seguida, Paulo se pocisionou por tráz de mim, enfiou seu pau na minha buceta e começou a me comer, abria minha bunda e metia tudo, Jony sentou do lado e ficou batendo uma punheta olhando o paulo me comer, de vez enquanto, o Paulo retirava o pau da minha buceta e o Jony vinha e lambia tudo, deixando minha buceta bém molhadinha, depois disso, resolvemos mudar, paulo se deitou de lado no sofá, eu deitei pertinho dele, de costas pra ele, Paulo levantou uma das minhas pernas e enfiou seu pau na minha buceta, estava muito gostoso, ele metia em mim e chupava meus seios ao mesmo tempo, eu estava louca de tezão, ele metia forte e eu acabei gozando no seu pau sem que ele percebesse, a rola dele era muito gostosa, em poucos minutos eu já estava acessa novamente, jony se aproximou de nós e começou a chupar meus seios e a acariciar minha buceta, eu gemia de tezão, Paulo aproveitou esse momento e retirou o seu pau da minha buceta e colocou na entrada do meu cuzinho e foi enfiando devagarinho, em poucos minutos o pau dele já estava todinho dentro do meu cuzinho, no começo doeu um pouco mais depois era só prazer, jony começou a me beijar batendo uma punheta enquanto Paulo metia no meu cuzinho, depois de alguns minutos nessa, ele me agarrou e nós fomos nos levando sem tirar o pau de dentro de mim até ficarmos sentados, eu estava sentada no colo dele de pernas abertas, Paulo me puxou para tráz sem parar de meter no meu cuzinho, enquanto isso, Jony, meu marido, se sentou no chão, entre as pernas do paulo, levantou minhas pernas e começou a chupar minha buceta enquanto o paulo metia no meu cuzinho, estava uma delícia, de vez enquanto a pica do Paulo saia do meu cuzinho e era o Jony, meu marido, que pegava a pica do Paulo e colocava de volta dentro do meu cuzinho, eu olhava pro dois e dizia;.....

Mete na minha bunda Paulo, enfia tudo, arromba meu cuzinho na frente desse corno, ele adora levar chifre, jony, meu marido, delirava quando eu dizia essas putarias, em seguida, paulo se levantou juntamente comigo sem tirar o pau de dentro da minha bunda, ficamos em pé e ele continuou por tráz de mim metendo seu pau no meu cuzinho, eu olhava pro jony e dizia;.....Olha seu corno como é que come uma puta de verdade, é gostoso ver sua mulher dando o cú ? Bata uma punheta vendo esse macho me comendo, jony quase gozava nessa hora, depois disso, me sentei no sofá de pernas abertas, Jony, meu marido, se ajoelhou entre minhas pernas e enfiou seu pau na minha buceta, Paulo se aproximou de nós, retirou a camisinha e deu seu pau para eu chupar, enquanto jony metia em mim eu chupava a pica do Paulo, era uma loucura, Jony beijava todo o meu rosto enquanto eu chupava a pica do paulo, nós já estavámos exastos quando resolvemos fazer uma dupla penetração, jony, meu marido, se deitou no chão e eu fui pra cima dele, encaixei seu pau na minha buceta e deixei minha bundinha aberta, empinada, Paulo veio por tráz, colocou outra camisinha no seu pau e foi enfiando no meu cuzinho, depois de alguns segundos aqueles dois paus já estavam todinho dentro de mim, um pau na minha buceta e outro no meu cuzinho, estava muito gostoso, eu rebolava de tezão com aquelas picas dentro de mim, a sensação era muito boa, eles metiam gostoso até que o paulo anunciou que iría gozar, pensei que ele iría gozar dentro do meu cuzinho mais ele me perguntou se poderia gozar na minha boca, eu respondi que sim, que não tinha problema algum, em seguida, ele retirou seu pau de dentro do meu cuzinho e saiu de tráz de mim, retirou a camisinha e se ajoelhou no chão, na nossa frente, por cima do rosto do jony, colocou seu pau na minha boca e começou a enfiar como se estivesse metendo em uma buceta, jony me comia gostoso chupando meus seios, depois de alguns minutos, paulo anunciou que iría gozar, ele afastou um pouco seu pau da minha boca e começou a bater uma leve punheta, eu abri a minha boca, coloquei a língua pra fora e fiquei esperando seu esperma, em alguns segundos ele gozou e como gozou, esporrou um rio de esperma dentro da minha boca, era tanto esperma que a minha boca não cabia, acabou escorrendo um pouco pelos cantos e caindo em cima do peito do Jony, suguei tudo, deixando seu pau bém limpinho e o restante guardei dentro da minha boca, em seguida, ele se levantou e eu mandei ele ir para o banheiro tomar banho, eu continuei tranzando com o meu marido no chão, dei um demorado beijo de língua na boca dele e aproveitei e passei pra ele todo o esperma que o paulo havia gozado dentro da minha boca, ficamos tranzando e nos lambuzando com o esperma do paulo em nossas bocas até que o Jony anunciou que iría gozar, sai de cima dele e me sentei na ponta do sofá, de pernas abertas, ele de ajoelhou entre minhas pernas e enfiou seu pau na minha buceta, enfiava tudo metendo forte, eu aproveitei e dei meus seios para ele chupar, ele metia na minha buceta e chupava meus seios ao mesmo tempo, essa combinação me deixa louca de tezão, eu adoro isso, não demorou muito e explodi em um gozo alucinante, acabei gozando primeiro do que ele, em seguida, ele retirou o pau de dentro de mim e ficou batendo uma punheta, chupando minha buceta, em alguns segundos ele disse que iría gozar, Jony pegou seu pau, colocou dentro do meu cuzinho e já enfiou gozando, enchendo meu cuzinho de esperma, depois disso fomos tomar banho e nos vestir, conversamos um pouco com o paulo em seguida ele foi embora.

Foi uma experiência muito gostosa. Até a próxima !

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

maravilhoso

maravilhoso

Eu faço tudo com seus

Eu faço tudo com seus buraquinhos: chupo, bolino, enfio um caralho. E só marcar.

Eu faço tudo com seus

Eu faço tudo com seus buraquinhos: chupo, bolino, enfio um caralho. E só marcar.

SOU CASADO E CADA VEZ QUE

SOU CASADO E CADA VEZ QUE LEIO UM CONTO ASSIM VEJO MINHA ESPOSA DANDO A BUCETINHA PRA OUTRO...SONHO EM DIVIDIR UMA ROLA COM ELA...VE-LA REBOLANDO NUM PAU GOSTOSO...

Sexo.

Olá querida,gostaria de te fazer gozar gostoso.Sou de belo horizonte tenho 44 anos 1.69 alt.60 klg.Deixo contato msn < erliafonso@hotmail.com > Tel - Oi ( 31 ) 86034090 Vivo - ( 31 ) 9803.9057.Aguardo contato um grande abraço.

prazeres...!!

Olá....Adorei..!!..gostaria de conversar com você pra ver se nós podemos transar bem gostoso....abraço...!...Ricardo
flechaazul2000@hotmail.com

Adorei queria ter uma mulher

Adorei queria ter uma mulher safada assim e bem gulosa

quero te conhecer

quero conhecer vc e se gostar de mim tranzar com vc deliciosamente ok ,aguardo retorno sou de belo horizonte mg

otimo conto

Adorei o conto...se quizer me mandar mais vou ficar muito feliz...beijos e parabens

me add no msn moreninha

oi, me add no msn pois podemos nos conhecer melhor, que tal ?

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
12 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4