Iniciação anal com uma travesti bem dotada

Hà anos que eu fico passando nas ruas do jóquei clube e de moema sempre olhando os cacetes dos travestis e sonhando com o dia em que eu fosse deflorado por uma delas.Só de pensar, tremia de medo da dor de ser enrabado.Tentei algumas vezes dar
pra uns travestis mas foi tão doloroso que pedi chorando de dor para pararem.geralmente era isso o que acontecia,Levava a travesti para o drive-in babando de vontade de dar pra ela, mas quando ela colocava a metade da cabeça do pau no meu cuzinho virgem eu gritava de dor, e tinha que contentá-las na chupetinha.

até que uma noite dessas, passando de carro pelas ruas sltas perto do jóquei eu avistei uma travesti que eu já tinha visto outras vezes e era o meu modelo de travesti, gostosa, linda de rosto, loira, com um cacete de 23cms que dava medo de olhar, e um sorriso muuuuuuito sacana no rosto.Seu nome era Tânia, ela me disse, e pediu R$ 40,00 pelo programa no drive-in. no caminho ela me perguntou do que eu gostava de fazer , e eu disse " adoraria te dar o cuzinho, mas como sou virgem, eu nunca aguentaria
dar pra alguem com um cacete desse tamanho" ela disse " voce nao sabe de nada, existe uma aposta entre as travestis da rua em que voce passa toda semana, e quem conseguir quebrar seu cabacinho primeiro leva a aposta, e eu nao estou disposta a perder, voce vai ter que aguentar toda minha rola na marra !!! " disse ela rindo perversamente.fiquei com medo, pensei em desistir, mas isso me deu um tezão incontrolável, e meu cuzinho piscava dentro da minha bermuda.chegamos no drive, comprei
tres camisinhas e já fui colocar no enorme e grosso cacete dela com a boca. desenrolei a camisinha com a boca na rola da Tânia, que gemia de prazer, e me olhava nos olhos com um olhar de dominação que me deixava mais excitado.comecei uma chupeta bem gostosa, prendendo a cabecinha ao olhar pra ela, e em seguida descendo até meus lábios tocarem as bolas grandes dela.
comecei a acelerar os movimentos da chupeta, com a esperança que a minha princesa gozasse na minha boca e desistisse de comer meu cu, quando ela tira seu cacete da minha boca e diz " não adianta minha putinha, hoje você não escapa, vou te arrombar meu viadinho"ao dizer isso ela tirou um vidro de KY da bolsa dela e começou a lambuzar todo meu cu dizendo " hoje sua vida vai mudar radicalmente, a partir de hoje, voce sempre vai vir dar o cu pra gente "disse enquanto me colocava de
4." fique bem quieto, relaxe que eu vou meter. nem adianta tentar parar que eu nao vou parar enquanto minhas bolas não tocarem sua bundinha."dizendo isso ela ficou esfregando a cabeça da sua pica na porta do meu cuzinho, e eu adorando tudo isso ficava rebolando na rola dela pra provocar,quando ela começou a meter.


Nossa, que dor que dor...meu cu ardia eu me sentia rasgado ao meio e Tania dizia " Tá vendo bicinha, eu to comendo seu cu, voce agora é meu !!!vai me dar toda semana " eu gemia e nem conseguia responder, estava totalmente entregue, à mercê da minha princesa bem-dotada.pedi gemendo " pára, por favor, tira, tá doendo demais , não estou mais aguentando " e ela respondia " cala boca bicha, vou te comer o tempo que eu quizer, " dizendo isso ela enfiou todo o resto do seu cacete dentro do meu
cuzinho, eu quase desmaiei, caí de frente deitado na cama, com lágrimas de dor nos olhos, gritando e gemendo " pára por favor !!!"ela deitou sobre mim, pressionando minhas costas com seus seios, lambeu minha orelha ( tudo isso sem tirar o cacete de dentro de mim ) e sussurrou no meu ouvido " meu gatinho, agora voce nunca mais vai deixar de vir aqui levar rola nesse seu cuzinho apertadinho, vai ter que dar pra todas as travestis da rua, geme vai safadinho, que eu sei que voce sempre sonhou com
esse momento, aproveita e sente como é bom levar rola no cu e se sentir mulher "começou a bombar meu cuzinho com muita força, eu já estava adorando, apesar da dor, e rebolava no pinto da minha princesa enquanto ela me fodia com força e dizia " isso puta, rebola no meu caralho, voce é meu agora, vai dar pra mim direto, quero que voce seja meu cuzinho oficial!"
me virou e colocou na posição de frango assado, e me currou com violência, gritei de dor e prazer, e disse pra ela me arregaçar.
metia com força, meu cuzinho estava sendo castigado sem dó, eu levando na bunda sem reagir, quando ela disse "Abre a boca que eu vou te dar o meu presente " e tirou o cacete do meu cu, tirou a camisinha, e veio ´ficar de frente com minha cara na linha do cacete dela. começou a meter na minha boca, me puxando pela cabeça e enfiando sem dó, quando disse " agora, meu
viadinho, toma seu leitinho e fica sabendo que voce tem uma dona a partir de agooooooooooooooorrrrrraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa""""""gritou ela enquanto eu recebia toda a porra dela nam minha cara me lambuzando todo,nossa quanta porra da minha deusa loira, espessa e grossa, quente, dominadora.

quando eu me refiz e ela tambem, ela me falou" e aí meu gatinho, gostou de ser minha putinha ? agora voce tem que me dar sempre e tem tambem que dizer pra as outras travestis que eu que te descabacei "ficamos deitados uma meia
hora, ela deitada sobre minhas costas, com o cacete prensando o meu reguinho e ela beijando minhas costas e dizendo que eu era dela, que ela tinha feito meu cabacinho, e que queria me comer sempre.deixei ela no ponto dela e dei um beijo na cabeca da rola dela e fui pra casa. gostaria de receber e-mails de travestis que gostem de comer um cuzinho bem apertadinho.

escrevam para tommy24blondie@hotmail.com